Oldboy

Quantos anos a gente tem que ter para ser considerado velho?

Completei 23 anos na última sexta e não me sinto nem ao menos perto da velhice. Eu sei que os meus 23 não representam velhice alguma, mas fiquei realmente curioso em saber quantos anos são necessários para sermos considerados velhos. Existe aquela máxima de que a juventude está na cabeça de cada um. Eu concordo, mas é inegável o fato de que chega uma hora em que o corpo não responde mais às ordens do jovem cérebro, e, para mim, esse é o ponto onde atingimos a velhice.

Mas temos que saber separar o velho do adulto, pois existem adultos jovens, assim como podemos ver crianças e adolescentes velhos. Eu posso me considerar um jovem adulto, já que assumo minhas responsabilidades, trabalho para ganhar meu dinheiro, já tenho uma certa experiência de vida e coisa e tal. Certo dia, inclusive, li em algum lugar que o momento de transição para a vida adulta é quando percebemos que gostamos mais de mostarda do que de ketchup (não sabia como escrever, encontrei assim no dicionário Michaelis).

Fez todo o sentido para mim.

Ser adulto não restringe minhas atitudes à seriedade e responsabilidade. É possível ser irresponsável e até mesmo inconsequente na vida adulta, porém, não o tempo todo, como muitas vezes fomos na adolescência. Não quero passar uma imagem de “ui ui ui, fiz aniversário e agora sou responsável”, mas é geralmente nessa época do ano que fazemos uma análise da nossa conduta e das atitudes que representam nossa essência. Na minha autoanálise (de acordo com a nova ortografia) percebi que, sem dedicar nenhum esforço especificamente para isso, me tornei adulto.

Adulto sim, velho não. Posso ter me tornado extremamente responsável pelas coisas que eu faço, seja no trabalho, nos projetos paralelos, em casa ou nos relacionamentos, mas isso não me faz velho, pois não estou cansado e, enquanto eu tiver energia para ser um chato responsável, assumindo inúmeras atividades e me virando em 8 para cumprir os prazos, serei um jovem adulto. Quando não der mais conta, colocarei um robe, pantufas e sentarei na varanda para reclamar das mil coisas a mais que eu poderia ter feito.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Crônicas

2 Respostas para “Oldboy

  1. Fernanda

    Bá, estou a gostar mais de mostarda que de maionese.
    Estou com 20, mas me sinto super-ultra-mega velha depressiva que olha pra trás e pensa -podia ter feito isso isso e isso.

    Parece ser engraçado, mas a maioria das coisas que eu sonho, já passei da idade pra isso.

    Triste.
    Agora os 30 chega logo.
    Pra alguns pode ser indiferente,
    mas pra mim é uma das coisas que mais temo:
    a vida adulta e depois a vida senil.

    Vamos ver o que vai dar.
    ;D

  2. Liana Gross Furini

    Droga, sempre gostei mais de mostarda que de ketchup :/
    Esse ano, meu aniversário foi mais de velho do que o teu. Começo a ficar preocupada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s